Global é o indicador mais importante para comparar e escolher um crédito habitação

        Crédito à Habitação

Crédito à Habitação

Acontece a toda a gente, a certa altura a vida pede uma nova casa, melhor localizada, mais adequada à família, mas se encontrar a casa dos seus sonhos já pode ser uma tarefa difícil, muitas vezes esta vem associada com outro quebra-cabeças: o Crédito Habitação.

Empréstimo rápido

75 000 €
Montante 2 500 € - 75 000 €
TAEG 7,606 %
Maturidade 1 – 6 anos

Informação rápida

Características deste empréstimo?

  • Empréstimo até 75 000 €
  • Maturidade: 1 – 6 anos
  • A confirmação em 24 horas

Termos do empréstimo

  • Idade: Maior de 18 anos
  • Cidadania portuguesa
  • Uma conta ativa no banco

Sobre empresa

Mais informações sobre a empresa Banco BIC Português, S.A.

Receber empréstimo de 2 500 € com juros a partir de 7,606 % Solicitar
75 000 €
Montante 1 000 € - 75 000 €
TAEG 9,1 %
Maturidade 6 – 84 meses

Informação rápida

Características deste empréstimo?

  • Empréstimo até 75 000 €
  • Maturidade: 6 – 84 meses
  • A confirmação em 24 horas

Termos do empréstimo

  • Idade: Maior de 18 anos
  • Cidadania portuguesa
  • Uma conta ativa no banco

Sobre empresa

Mais informações sobre a empresa Banco ActivoBank, S.A.

Receber empréstimo de 1 000 € com juros a partir de 9,1 % Solicitar
50 000 €
Montante 2 500 € - 50 000 €
TAEG 7,6 %
Maturidade 1 – 10 anos

Informação rápida

Características deste empréstimo?

  • Empréstimo até 50 000 €
  • Maturidade: 1 – 10 anos
  • A confirmação em 48 horas

Termos do empréstimo

  • Idade: Maior de 18 anos
  • Cidadania portuguesa
  • Uma conta ativa no banco

Sobre empresa

Mais informações sobre a empresa Banco CTT, S.A.

Receber empréstimo de 2 500 € com juros a partir de 7,6 % Solicitar

BPI

BPI  5
75 000 €
Montante 1 000 € - 75 000 €
TAEG 9 %
Maturidade 12 - 120 meses

Informação rápida

Características deste empréstimo?

  • Empréstimo até 75 000 €
  • Maturidade: 12 – 120 meses
  • A confirmação em 24 horas

Termos do empréstimo

  • Idade: Maior de 18 anos
  • Cidadania portuguesa
  • Uma conta ativa no banco
  • Cartão de do Cidadão
  • Último recibo de vencimento
  • Declaração de IRS do ano anterior

Sobre empresa

Mais informações sobre a empresa Banco BPI, S-A.

Receber empréstimo de 1 000 € com juros a partir de 9 % Solicitar

Comprar uma casa é facilmente um investimento de uma vida e pedir um empréstimo é por vezes a única forma de o fazer acontecer. Quer seja para adquirir a casa própria de habitação permanente, a casa de férias, ou até para comprar um imóvel como forma de investimento, torna-se sempre importante consultar os créditos à habitação que o mercado está a oferecer.

Mas comparar créditos e escolher a melhor oferta do mercado está longe de ser uma tarefa fácil. Os comparadores online prestam uma ajuda preciosa para descobrir e analisar os empréstimos mais competitivos, contudo há uma série termos técnicos, siglas, obrigações, custos adicionais e previsões de subida da prestação que geram confusão e que acabam por pesar menos na decisão de contratação de um crédito do que deveriam.

Se está a pensar pedir um Crédito à Habitação estes são os termos a que deve toma atenção:

  1. Spread
  2. TAN
  3. Taxa variável, fixa e mista
  4. Euribor
  5. TAE
  6. TAEG
  7. MTIC
  8. Fine
  9. Taxa de esforço
  10. Custos iniciais e periódicos
  11. Vendas associadas facultativas
  12. Prazo do Empréstimo

1. SPREAD – O Spread é o lucro do banco com os juros e é uma das taxas incluídas na TAN. A subscrição de seguros e de produtos bancários adicionais ao empréstimo gera outras fontes de lucro para o banco que não são englobadas pelo Spread. Esta é uma taxa fixa permanente e é livremente decidida por cada instituição bancária. O Spread pode ser baixo caso o cliente de um valor de entrada elevado, se o valor do empréstimo for significativamente inferior ao valor do imóvel, ou se o cliente contratualizar produtos bancários complementares ao crédito (i.e. seguro de vida, abrir conta no banco, etc).

2. TAN - A Taxa (de juro) Anual Nominal é o somatório dos juros cobrados pelo banco. A TAN é calculada ao ano, embora seja usualmente dividida em 12 e paga juntamente com as prestações. Esta taxa reúne toda a despesa com relativa ao juros, incluindo o SPREAD, mas não inclui outras obrigações que podem fazer parte da prestação. Por esta razão não deve escolher um empréstimo só porque tem a TAN mais baixa do mercado, isso não significa que seja o empréstimo mais barato do mercado.

3. EURIBOR - O Euro Interbank Offered Rate é uma taxa que representa a média diária das taxas de juro dos empréstimos que os bancos comerciais fazem entre si na Zona Euro.

Os créditos de taxa variável estão indexados à Euribor. Quanto mais alta esta taxa estiver maior será a prestação a pagar e vice-versa. Antes de adquirir um empréstimo de taxa variável deve antecipar quanto pagará caso esta taxa venha a subir ou a descer no futuro.

4. TAXA VARIÁVEL, FIXA e MISTA – A TAN mais comum do mercado é a variável (a mais comum), mas também pode contratualizar créditos habitação com taxas fixas ou mistas.

A taxa variável é composta pelo Spread e pela Euribor (ou outro indexante). À medida que a Euribor vai sendo actualizada a TAN vai variando ao longo do tempo, podendo subir ou descer.

A taxa fixa faz com que as prestações não sofram qualquer variação ao longo da vida do empréstimo, contudo tendem a ser mais elevadas do que as taxas variáveis.

A taxa mista é, como o nome indica, uma mistura das duas primeiras e refere-se às TAN cujas primeiras prestações do empréstimo são calculadas com uma taxa fixa e que, a partir de um determinado momento passam a ser calculadas segundo uma taxa variável.

5. TAE - A Taxa Anual Efectiva é o somatório da maioria dos custos de um empréstimo, inclui juros, seguros, comissões bancárias e outros encargos, mas não inclui impostos. A TAE é a TAEG menos os impostos.

6. TAEG – A Taxa Anual de Encargos Efectiva Global é o indicador mais importante para comparar e escolher um crédito habitação. Esta taxa é o somatório de todos os custos imputados ao consumidor final. A TAEG é expressa em percentagem anual do montante do crédito concedido. Por exemplo, se pedir um crédito de 100.000 € com uma TAEG de 2,4%, significa que irá pagar 2400€ por ano, o que se traduz numa prestação mensal de 200€.

7. MTIC - O Montante Total Imputado ao Consumidor é um dos dados mais importantes para analisar um empréstimo. Tal como o nome sugere o MTIC indica o valor total que o cliente irá pagar ao banco durante toda a vida do empréstimo. Este valor soma todos os custos associados ao crédito, desde comissões, impostos, juros e outros encargos.

Atenção: Embora o MTIC indique um valor fidedigno do custo total de um empréstimo, não deve esquecer que os empréstimos de Taxas Variáveis podem tornar-se mais caros ao longo do tempo e, no prior dos casos, podem mesmo exceder as previsões de subida da prestação, pelo que é possível que o MTIC possa vir a ser superior ao previsto.

Ao passo que a TAEG resume o custo total do empréstimo por ano, o MTIC apresenta a totalidade de quanto o empréstimo irá custar. Este é, sem dúvida, um dos componentes a que deve prestar mais atenção ao comparar diferentes propostas.

8. FINE – A Ficha de Informação Normalizada Europeia é o documento que onde a instituição financeira resume todas as características do crédito à habitação. Se pedir a simulação de um empréstimo para comprar casa este é o documento que lhe será entregue pelo banco e que indica todos os dados necessários para avaliar a proposta, nomeadamente: a TAN, a TAEG, o MTIC, o prazo, a prestação e o quadro de reembolso, com previsões de subida da prestação. Para comparar vários créditos deve obter uma FINE referente a cada um e assim poderá compará-los com exactidão.

9. Taxa de Esforço - Esta taxa é de superior importância para o cliente. A Taxa de Esforço calcula o peso dos empréstimos nos rendimentos do agregado, isto é, demonstra quanto é que o somatório das prestações, de todos os créditos em dívida, pressiona a saúde financeira da família.

Sabe calcular a sua Taxa de Esforço?

Para calcular esta taxa deve somar as prestações mensais de todos os créditos que tenha e dividir o resultado pelo rendimento líquido familiar. Depois multiplique por 100. É altamente recomendável que o valor não seja superior a 35%.

10. Custos Iniciais e Periódicos – Solicitar um crédito habitação faz-nos pensar imediatamente nos juros e noutros custos mais relevantes, contudo podem existir outros custos que, embora menos significativos na totalidade do MTIC, devem ser igualmente considerados. Para contrair um empréstimo pode incorrer de imediato em pagamentos de comissões ou impostos para os quais deve estar preparado. Em termos de Custos Periódicos pode existir uma comissão mensal de processamento da prestação ou encargos de manutenção da conta à ordem associada ao empréstimo.

11. Vendas Associadas Facultativas – Tal como já mencionamos, muitas vezes é possível negociar as condições de crédito ao adquirir mais serviços prestados pelo banco. Esta negociação, bem como a maioria das promoções de crédito oferecidas pelos bancos, baseiam-se em Vendas Associadas Facultativas, em que o cliente adquire produtos ou serviços que não são obrigatórios para a obtenção de um empréstimo. Alguns destes produtos ou serviços são a abertura de uma conta, seguro de vida, seguro de habitação ou domiciliação de ordenado.

Dica profissional: No momento de pedir uma proposta de crédito solicite ao banco sempre duas simulações, simulação sem Vendas Associadas Facultativas incluídas e outra com elas, só assim saberá se estará a poupar na prestação do empréstimo para depois pagar mais por produtos ou serviços que não lhe são verdadeiramente úteis.

12. Prazo do Empréstimo: reflecte por quanto tempo irá pagar o crédito ou por outras palavras, em quantas prestações o irá pagar. Este prazo deve ser adequado às capacidades financeiras do agregado familiar, contudo importa ter em mente que quanto maior alargado for o praza, menor será a prestação mensal a pagar, mais tudo somado maior será o MTIC final.

Recorrer ao crédito habitação pode ser uma decisão motivada tanto pela necessidade, como pela oportunidade, já que algumas ofertas de crédito à habitação oferecem óptimas condições de pagamento e juros bastante baixos, o que pode criar boas oportunidades de investimento. Contudo pouco importa a motivação de cada um ao contrair um empréstimo, importa sim que esteja ciente de todas as condições que este obriga e que faça o melhor negócio possível.


Crédito à Habitação avaliação: 4.5/5 desde 426 votos.
Fernando Valente Fernando Valente(LinkedIn)
Fernando Valente especializou-se em escrever conteúdo atraente em várias áreas como a financeira, veículos clássicos, música e marketing. mais informação...

Empréstimo rápido

Artigos

Operador

Comparador de empréstimos Coolfin.pt:
Contactos
A empresa não fornece qualquer tipo de produto financeiro.

Sobre o portal

Coolfin.pt é um site de comparação de empréstimos. Construímos informação a partir da transparência e da plenitude de dados. Com os nossos serviços, terá acesso às informações que lhe vão permitir escolher o empréstimo que melhor se adequa às suas necessidades.

Formulário de contato

Perguntas, dúvidas? Entre em contato connosco, responderemos com a maior brevidade possível.

A CoolFin.pt não presta qualquer tipo de empréstimos ou créditos.  Informação