Referente às despesas e investimentos empresariais, entenda o significado de Capex e Opex, as suas diferenças e particularidades, vantagens e desvantagens.

Capex e Opex – Significado e diferenças

O QUE DEVE SABER SOBRE CAPEX E OPEX 

Quando nos debruçamos sobre o panorama financeiro, não raras vezes encontramos conceitos que, embora possamos estar a par do seu significado básico, poderão levantar dúvidas quanto à sua utilidade de facto. Exemplo disso é o caso concreto que aqui abordaremos – Capex e Opex. É bem possível e provável que, ao participar numa reunião de negócios ou numa assembleia da sua empresa, sejam abordados estes temas.

Na sua forma mais resumida, o Capex e o Opex são, formas de investimento de uma empresa, ou seja, maneiras de contratação, aquisição, aluguer e manutenção de produtos e serviços com vista ao crescimento desta mesma empresa. Como são demonstrativos do capital investido, ambos os conceitos se referem, portanto, a despesas que têm como objectivo potenciar o desempenho empresarial, melhorando ou, pelo menos, mantendo os seus activos.

Embora o Capex e o Opex se complementem por forma englobar o mesmo objectivo, é importante perceber as diferenças entre eles e, evidentemente, compreender qual o indicador mais adequado tendo em conta o controlo de gastos de cada empresa.

O QUE É O CAPEX?

Capex, do inglês Capital Expenditure, é traduzido para o português como Despesas de Capital. Representa o somatório do capital destinado ou utilizado na compra de bens que resolvam as necessidades da empresa e, ao mesmo tempo, impulsionam o seu crescimento e lucro. O Capex compreende, apenas, os gastos com a aquisição de bens ou serviços, não contempla a manutenção das adquisições efectuadas.

Tendo em conta que estes bens passam a ser parte do património e capital da empresa, é importante que este investimento traga retorno – o lucro deve compensar, num curto espaço de tempo, o investimento efectuado.

Relativamente ao investimento efectuado na forma de Capex e a possibilidade de lucrar com esse investimento, é necessário ter em conta que, normalmente os bens adquiridos estarão disponíveis por um período de tempo superior ao ano fiscal em que é feita a aquisição. Por esse motivo, essa despesa deve ser capitalizada sobre a forma de depreciação, caso sejam bens tangíveis, ou amortização, caso sejam bens intangíveis, de acordo com tempo de utilização esperado do produto adquirido.

Investimentos tangíveis englobados pelo Capex:

  • Compra de equipamentos, seja maquinaria, informática, entre outros.
  • Aquisição de viaturas.
  • Aquisição ou construção de imóveis.

Investimentos intangíveis englobados pelo Capex:

  • Registo de marcas e patentes.

COMO CALCULAR O CAPEX?

Para calcular o Capex deve recorrer ao Balanço Patrimonial da empresa e perceber qual a variação de activos e passivos durante determinado período de tempo. Após este passo, basta subtrair a variação dos passivos à variação dos activos:

CAPEX = Variação dos activos – Variação dos passivos

O QUE É O OPEX?

Opex, do inglês Operational Expenditure, é traduzido para o português como Despesas Operacionais. Constitui o somatório de despesas relacionadas com o normal e bom funcionamento de cada empresa e que não resultam da aquisição de novos bens ou serviços mas sim da manutenção do activo.

Por se tratar de um gasto contínuo, é de extrema importância garantir que o investimento efectuado traz a produtividade desejada. Além disso, por constituírem a maior parte dos gastos de uma empresa, a sua gestão deve ser atenta e cuidada, seguindo por base um orçamento anual e, uma revisão, normalmente mensal, atenta.

Contrariamente ao Capex, as despesas inseridas na categoria Opex são dedutíveis de impostos no mesmo ano em que foram executadas. 

Investimentos englobados pelo Opex:

  • Pagamento de licenças e alvarás.
  • Pagamento de salários.
  • Reparação de máquinas e equipamentos.
  • Despesas de viagens e manutenção de veículos. 
  • Publicidade.

COMO CALCULAR O OPEX?

Para calcular o Opex deve ser efectuado um controlo rigoroso das despesas diárias. O seu somatório deve ser inferior ou igual ao estimado no orçamento e plano de negócios geral, criado pela empresa para o período em análise, normalmente anual.

CAPEX OU OPEX, QUAL O MAIS ADEQUADO?

Esta é, evidentemente, uma pergunta sem resposta clara. 

De um modo geral, as empresas tendem a optar pelo Opex. Um dos motivos que leva a esta escolha é a dedução de impostos. Ao comprar um produto a um preço considerável, tal como uma viatura, a respectiva dedução cairá sobre apenas uma percentagem desse valor e apenas no ano em que se efectivou a compra. Pelo contrário, se seguindo o modelo Opex, optar por alugar a viatura, a empresa não abre mão de uma quantia avultada de capital num curto espaço de tempo e permite que as deduções de impostos sejam efectuadas pelo tempo que durar o contrato de aluguer.

Também o panorama financeiro geral deve ter-se em conta. Em períodos de crise financeira, é mais difícil que as empresas consigam financiamento ou rápidas injecções de dinheiro para aquisições de valor elevado. Por esse motivo, normalmente, as empresas optam pelo aluguer ou subcontratação de serviços, transformando investimentos dispendiosos em despesas operacionais aceitáveis.

Em última análise, na hora de tomar decisões, cada empresa deve avaliar com seriedade qual o sistema mais vantajoso para a sua situação financeira e considerando os seus próprios objectivos de crescimento e lucro.

Información Younited Creditanúncio

Hodnocení kategorie 4.5
Capex e Opex – Significado e diferenças: 4.2/5 desde 42 votos